ÁREA RESTRITA    
Login    Senha   
Página Incial
Técnicos Tributários participam de assembleia conjunta dos servidores públicos
Em coletiva de imprensa, Afocefe apresenta proposta para Estado superar acrise
Afocefe apresenta ao presidente da Assembleia Legislativa estudo que aponta saída para crise
NEWSLETTER
Assine a newsletter do AFOCEFE Sindicato e receba notícias por
e-mail:
Nome:
E-mail:

AJUDANTE FAZENDÁRIO (CRIAÇÃO DO CARGO)

AJUDANTE FAZENDÁRIO (CRIAÇÃO DO CARGO)


LEI Nº 7.087, DE 12 DE SETEMBRO DE 1977.

Cria, no Quadro de Funcionários Fazendários, a carreira de Ajudante Fazendário.

SINVAL GUAZZELLI, Governador do Estado do Rio Grande do Sul.

Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 66, item IV, da Constituição do Estado, que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono e promulgo a Lei seguinte:

Art. 1º - É criada, no Quadro de Funcionários Fazendários - Órgãos de Supervisão e Controle, de que trata o artigo 5º, item I, da Lei nº 5.208, de 31 de dezembro de 1965, a carreira de Ajudante Fazendário com as especificações constantes do quadro anexo e composta dos seguintes cargos:

I - 375 de Ajudante Fazendário, classe D;

II - 325 de Ajudante Fazendário, classe F;

III - 275 de Ajudante Fazendário, classe H;

IV - 225 de Ajudante Fazendário, classe J.

Art. 2º - O primeiro recrutamento para provimento da Classe inicial de carreira criada por esta Lei, far-se-á mediante concurso público que constará de provas, com caráter seletivo e eliminatório, e de títulos, com caráter classificatório, ambos valorizados à base de cem pontos.

§ 1º - O exercício da função correspondente aos cargos a cujo provimento esse concurso se destina será valorizado como título, à razão de dez pontos para cada período de trezentos e sessenta dias completos, até um máximo de cinqüenta pontos.

§ 2º - Os requisitos específicos constantes do Anexo da presente Lei não serão exigidos, para inscrição nesse primeiro concurso e para a conseqüente investidura dos candidatos que, à data de 31 de dezembro de 1976, estivessem no efetivo exercício de função correspondente à carreira ora criada.

§ 3º - Vetado.

Art. 3º - Vetado.

Art. 4º - Aos titulares dos cargos de que trata esta Lei será atribuída uma Gratificação de Apoio Fiscal, enquanto prestarem efetivamente serviços:

I - nos Postos, fixos e semifixos, e nas Turmas Volantes;

II - nos Postos fixos considerados de difícil acesso por ato do Secretário da Fazenda.

§ 1º - A gratificação de que trata o artigo será de 20% do vencimento básico, na hipótese do item I, e de 25% na hipótese do item II, não sendo elas acumuláveis.

§ 2º - A designação para a prestação de serviços nas condições do artigo dar-se-á através de ato do Secretário de Estado da Fazenda.

§ 3º - O funcionário que, estando em exercício nas condições previstas neste artigo, interrompê-lo por motivo de férias, licença-prêmio, licença para tratamento da própria saúde, gala ou nojo continuará a perceber a gratificação correspondente enquanto vigorar a designação.

§ 4º - Depois de cinco anos ininterruptos ou dez anos intercalados de percepção, a Gratificação de Apoio Fiscal que esteja sendo percebida no momento da aposentadoria incorpora-se aos proventos de inatividade.

Art. 5º - Para efeito do primeiro provimento, decorrente do disposto no artigo 2º, são criados mais 825 cargos de Ajudante Fazendário, classe D, que se extinguirão à medida que se forem processando as promoções dentro da carreira.

Art. 6º - São extintos os seguintes cargos de provimento efetivo, integrantes do Quadro de Funcionários Fazendários:

I - Órgãos de Supervisão e Controle:

1 - Vagos:

a) 36 de Auxiliar de Expedição e Limpeza, Classe A;

b) 4 de Auxiliar de Mecanização, Classe D;

c) 1 de Auxiliar de Mecanização, Classe E;

d) 3 de Oficial de Mecanização, Classe H;

e) 1 de Oficial de Mecanização, Classe I;

f) 3 de Técnico em Mecanização, Classe L;

g) 1 de Técnico em Mecanização, Classe M;

h) 40 de Auxiliar Fazendário, Classe D;

i) 37 de Auxiliar Fazendário, Classe F;

j) 27 de Auxiliar Fazendário, Classe H.

2 - À medida que vagarem, efetuadas as promoções da carreira:

a) 4 de Auxiliar de Expedição e Limpeza, Classe A;

b) 14 de Auxiliar de Expedição e Limpeza, Classe B;

c) 14 de Auxiliar de Expedição e Limpeza, Classe C;

d) 3 de Auxiliar de Mecanização, Classe E;

e) 4 de Auxiliar de Mecanização, Classe G;

f) 2 de Oficial de Mecanização, Classe I;

g) 3 de Oficial de Mecanização, Classe J;

h) 2 de Técnico em Mecanização, Classe M;

i) 3 de Técnico em Mecanização, Classe N;

j) 3 de Auxiliar Fazendário, Classe F;

l) 13 de Auxiliar Fazendário, Classe H;

II - Órgãos de Arrecadação:

1 - Vagos:

a) 14 de Servente, Classe E;

b) 3 de Porteiro, Classe F;

c) 117 de Escriturário, Classe E;

d) 90 de Escriturário, Classe G;

e) 30 de Escrivão, Classe G;

f) 27 de Escriturário, Classe I;

g) 20 de Escrivão, Classe I;

h) 30 de Exator, Classe I.

2 - À medida que vagarem, efetuadas as promoções da carreira:

a) 12 de Servente, Classe E;

b) 3 de Porteiro, Classe F;

c) 1 de Escriturário, Classe G;

d) 1 de Escriturário, Classe I;

Parágrafo único - As classes cujos cargos venham a ser totalmente suprimidos em razão do disposto neste artigo permanecerão apenas para efeito de referência relativamente aos proventos daqueles que nelas se inativaram.

Art. 7º - São criadas, no Quadro de que trata o artigo 6º da Lei nº 5.208, de 31 de dezembro de 1965, as seguintes Funções Gratificadas:

I - 35 de Chefe de Posto de Apoio Fiscal FG II;

II - 120 de Chefe de Turma ou de Equipe FG I.

Art. 8º - As despesas decorrentes da execução desta Lei correrão à conta das dotações orçamentárias próprias.

Art. 9º - Revogam-se as disposições em contrário.

Art. 10 - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO PIRATINI, em Porto Alegre, 12 de setembro de 1977.

 

ANEXO À LEI Nº 7.087, DE 12 DE SETEMBRO DE 1977

ESPECIFICAÇÕES REFERENTES À CARREIRA DE AJUDANTE FAZENDÁRIO

 

CARREIRA: AJUDANTE FAZENDÁRIO

CLASSES: D, inicial; F e G, intermediárias; J, final.

SÍNTESE DOS DEVERES:

Realizar tarefas de apoio ou auxiliares atinentes à Administração Fazendária, tanto internas quanto externas.

EXEMPLOS DE ATRIBUIÇÕES:

Prestar informações preliminares em expedientes relacionados com a Administração Fazendária. Exercer tarefas de apoio ou auxiliares que envolvam a aplicação de conhecimentos básicos de legislação fiscal e financeira. Executar serviços de coleta, tabulação e digitação de dados e de microfilmagem de documentos, pertinentes às atividades da Administração Fazendária. Confeccionar ou conferir boletins e demais documentos de entrada de dados relativos à Receita e Despesa. Executar serviços de datilografia. Preparar correspondência. Fornecer certidões de assentamentos cadastrais, financeiros, de tempo de serviço e para fins comerciais. Levantar dados relativos à produção e circulação de bens e mercadorias. Conferir cargas no trânsito de mercadorias. Lavrar termos de ocorrência e outros, relativos a fatos constatados no trânsito de mercadorias, conforme instruções e supervisão técnica superiores. Classificar documentos fiscais. Receber livros, documentos, formulários e petições atinentes à Administração Fazendária. Passar recibos, protocolar e encaminhar os expedientes derivados do item anterior. Efetuar a contagem de mercadorias em depósitos, quando acompanharem Agentes Fiscais. Conduzir veículos a serviço do controle de trânsito de mercadorias. Controlar almoxarifado. Arquivar documentos.

CONDIÇÕES DE TRABALHO:

Período mínimo de trabalho de 44 horas semanais.

O comparecimento ao trabalho poderá ser estabelecido em sistema de rodízio de períodos diurnos e noturnos, inclusive aos sábados, domingos e feriados, conforme escala de serviço, garantido o descanso semanal de 24 horas consecutivas. O exercício do cargo poderá determinar viagens ou a permanência em localidade fora da sede.

REQUISITOS PARA PROVIMENTO:

a) Instrução: Correspondente ao II Grau.

b) Idade: Mínima de 18 e máxima de 40 anos.

RECRUTAMENTO:

Por concurso público de provas para a classe inicial. Por promoção para as subseqüentes.

PROMOÇÃO:

Por merecimento e antigüidade, alternadamente, salvo para a última classe, para a qual será exclusivamente por merecimento.

LOTAÇÃO:

Comum a todos os órgãos da Secretaria da Fazenda.

Fonte:

DOE DE 12/09/77 P-1

Vide:

ALT P/LEI 7469 D-O 119 DE 30/12/80 P-1

ALT P/LEI 8119 D-O 249 DE 30/12/85 P-47

ALT P/LEI 8129 D-O 08 DE 13/01/86 P-1 - GRATIFICACAO DE APOIO FISCAL

ALT P/LEI 10395 D-O 105 DE 02/06/95 P-3 - ALT REDACAO PAR4 DO ART4

ALT P/LEI 11547 D-O 233 DE 08/12/2000 P-1 - INCORPORA AO VENCIMENTO BASICO A GRATIFICACAO PREVISTA NO ART 4 (GRATIFICACAO DE APOIO FISCAL)

 
Para fazer o download desse item clique no ícone ao lado 

VOLTAR
Print

Enviar a um amigo

Rua dos Andradas, 1234, 21º andar - Porto Alegre/RS - CEP 90.020-008
Fone: (51) 3021.2600 - Fax: (51) 3021.2627 - e-mail: afocefe@afocefe.org.br