ÁREA RESTRITA    
Login    Senha   
Página Incial
Técnicos Tributários participam de assembleia conjunta dos servidores públicos
Em coletiva de imprensa, Afocefe apresenta proposta para Estado superar acrise
Afocefe apresenta ao presidente da Assembleia Legislativa estudo que aponta saída para crise
NEWSLETTER
Assine a newsletter do AFOCEFE Sindicato e receba notícias por
e-mail:
Nome:
E-mail:
Notícias

Governo e servidores debatem plano de saúde

18/11/2003
Governo e servidores debatem plano de saúde
O governo do Estado, através do Instituto de Previdência do Estado (IPE) e os servidores públicos estaduais, por meio de suas entidades de classe, iniciaram ontem à tarde o debate sobre o futuro do plano de saúde do IPE. A discussão realizada no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari serviu para demonstrar a convergência de pontos de vista sobre a manutenção do plano de caráter público, bem como a necessidade de encontrar um modelo de gestão que separe financeiramente a área médica da autarquia da área previdenciária. Outro fator de preocupação do funcionalismo diz respeito à manutenção da compulsoriedade dos descontos para todos os servidores. O diretor médico do IPE, Paulo Ricardo Moreira, detalhou o atual plano saúde. As entidades se manifestaram a respeito das dificuldades enfrentadas para conseguir um eficiente atendimento por parte dos prestadores de serviço do IPE e também sobre a construção de um novo plano. No primeiro caso o debate resultou num consenso de que é preciso encontrar um novo modelo de gestão financeira para a área médica do IPE, que impeça que os recursos do plano de saúde sejam utilizados para cobrir o déficit da folha de pensões. Para tanto, as entidades realizarão estudos com suas assessorias para a apresentação de propostas, o que deverá acontecer na próxima reunião para tratar do assunto, marcada para o dia 1º de dezembro. Segundo dados do IPE, em outubro o rombo na folha de pensões ultrapassou os R$ 30 milhões. Quanto a manutenção compulsória do desconto para o plano, a decisão foi de que por se tratar de uma questão de legislação o assunto deverá ser alvo de manifestação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), providência que será encaminhada pelo presidente do IPE, Otomar Vivian. Da parte do governo do Estado, Vivian assegurou que será mantida a paridade, ou seja, o Estado assegura que irá participar com metade da receita necessária. A possibilidade de tornar a adesão ao novo plano optativa preocupa as entidades. “É preciso que os servidores se unam pela preservação e fortalecimento do seu plano de saúde, independente do valor de seus vencimentos, pois só assim será possível manter o espírito de solidariedade que é o grande sustentáculo financeiro do plano”, afirmou Flávio Dalagnol, presidente do Sindicato dos Funcionários da Assembléia.
Fonte: Jornal do Comércio Data: 18/11/2003

VOLTAR
Print

Enviar a um amigo

Rua dos Andradas, 1234, 21º andar - Porto Alegre/RS - CEP 90.020-008
Fone: (51) 3021.2600 - Fax: (51) 3021.2627 - e-mail: afocefe@afocefe.org.br