ÁREA RESTRITA    
Login    Senha   
Página Incial
Técnicos Tributários participam de assembleia conjunta dos servidores públicos
Em coletiva de imprensa, Afocefe apresenta proposta para Estado superar acrise
Afocefe apresenta ao presidente da Assembleia Legislativa estudo que aponta saída para crise
NEWSLETTER
Assine a newsletter do AFOCEFE Sindicato e receba notícias por
e-mail:
Nome:
E-mail:
Notícias

Sindicância confirma rombo de mais de R$ 1 milhão na Fazenda

21/01/2004

Vinte e cinco empresas envolvidas no esquema foram beneficiadas A sindicância que investigou um esquema de fraude na Secretaria da Fazenda confirmou prejuízo de mais de R$ 1,039 milhão aos cofres públicos. Um agente fiscal, que não teve seu nome revelado, foi indiciado por transferir débitos fiscais do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e também do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Vinte e cinco contribuintes foram beneficidos pelo esquema.
Segundo a investigação, que começou em julho de 2003, a fraude consistia na transferências de pagamentos feitos por empresas devedoras. Esses valores eram contabilizados como se tivessem sido pagos pelas empresas envolvidas no esquema. Dessa forma, em vez de terem a situação regularizada, os contribuintes que quitaram as dívidas continuavam constando como inadimplentes.
O diretor da Receita Pública Estadual, Luiz Antônio Bins, informou que todos os valores sonegados serão cobrados. Quem não se regularizar, pode ser multado em até 120% sobre o valor devido.
Cópias da sindicância foram enviadas ao Ministério Público e à Procuradoria Geral do Estado, que abriu processo administrativo. O agente fiscal poderá sofrer punição que varia de advertência a demissão. Ele foi transferido da área de cobrança para setor onde não mantém contato com o público.
A fraude começou a ser investigada com a abertura de uma sindicância que tinha o objetivo inicial de investigar de maneira sigilosa uma empresa que pagou seus débitos de ICMS e continuava sendo registrada como devedora do Estado. Em função disto, se verificou que o valor pago não constava como quitação de seu débito, mas como pagamento da dívida de outro contribuinte.
Fonte: ClicRBS Data: 21/01/04

VOLTAR
Print

Enviar a um amigo

Rua dos Andradas, 1234, 21º andar - Porto Alegre/RS - CEP 90.020-008
Fone: (51) 3021.2600 - Fax: (51) 3021.2627 - e-mail: afocefe@afocefe.org.br