ÁREA RESTRITA    
Login    Senha   
Página Incial
Técnicos Tributários participam de assembleia conjunta dos servidores públicos
Em coletiva de imprensa, Afocefe apresenta proposta para Estado superar acrise
Afocefe apresenta ao presidente da Assembleia Legislativa estudo que aponta saída para crise
NEWSLETTER
Assine a newsletter do AFOCEFE Sindicato e receba notícias por
e-mail:
Nome:
E-mail:
Notícias

Servidores se unem pelos salários

26/02/2004
Surpreendidos com a notícia de que o Estado pagará parcialmente os salários, os servidores públicos estão se unindo para tentar garantir a integralidade dos vencimentos, que defendem ser direito constitucional. Na tarde de ontem, diversas entidades se reuniram para traçar medidas a serem tomadas.
No encontro estavam lideranças do Cpers/Sindicato, do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores da Polícia Civil (Ugeirm-Sindicato), do Sindicato dos Servidores Públicos do RS (Sindsepe), do Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado (Sindjus/RS), do Sindicato dos Servidores do Ministério Público (Simpe) e da Associação dos Monitores e Agentes Penitenciários do RS (Amapergs). Os sindicatos estão se organizando para ingressar na Justiça pedindo o pagamento integral dos salários e agendaram para o dia 3 um ato público. 'Decidimos entrar com uma ação na Justiça para garantir o direito', afirmou a presidente do Cpers/Sindicato, Juçara Dutra Vieira. 'Em dezembro tivemos precedentes com a realização de empréstimo para receber o 13O salário.'
Para Claudio Augustin, do Sindsepe, esse não pagamento integral é uma forma de desmobilizar em relação à campanha de reajuste salarial. Ele teme que nem a primeira parcela do empréstimo contraído no Banrisul para o 13O tenha cobertura.
A Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais (Afisvec) quer dividir o custo. 'Não é justo impor só ao servidor do Executivo o ônus do parcelamento. É preciso que servidores do Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas também sejam chamados a colaborar', disse ontem o presidente João Francisco dos Santos Silva.
O governador Germano Rigotto voltou a afirmar que os salários não foram pagos por falta de dinheiro.
Fonte: correio do Povo Data: 26/02/2004


VOLTAR
Print

Enviar a um amigo

Rua dos Andradas, 1234, 21º andar - Porto Alegre/RS - CEP 90.020-008
Fone: (51) 3021.2600 - Fax: (51) 3021.2627 - e-mail: afocefe@afocefe.org.br